9 de abril de 2013

Como descobrir a operadora de um telefone

Antes da portabilidade era muito fácil saber de qual operadora era um telefone fixo ou um celular, mas após a portabilidade ficou difícil saber. Quando queremos aproveitar as promoções de uma operadora muitas vezes ficamos com medo de ligar para um número e este número ser da operadora Y e o seu é da operadora X e, se nos perdemos no tempo da ligação, os créditos acabarão rapidamente.
Mas existem algumas soluções que nos permitem descobrir de qual operadora é o telefone que pretendemos ligar e, uma destas soluções foi disponibilizada pela ABR Telecom (Associação Brasileira de Recursos em Comunicações), entidade administradora da portabilidade numérica. É uma página de internet onde você deve colocar o número de telefone (com DDD) , colocar as letras que aparecem, clicar em consultar e embaixo aparece em qual operadora o número está vinculado na data atual.
Ver imagem.
consulta número
O link para utilizar esta ferramenta é: http://consultanumero.abr.net.br/consultanumero/consulta/consultaSituacaoAtual

2 de abril de 2013

Sis Mirage 3 Graphics


sis mirage 3
Atualizado em 08/01/2015

Quem pretende adquirir um notebook destes que estão na faixa dos R$ 1000,00 e que, muitas vezes possuem um bom (ou razoável) poder de processamento e de memória, deve prestar bastante atenção em qual o chipset de vídeo que este notebook possui, pois você provavelmente estará adquirindo um chipset de vídeo de péssima qualidade que influenciará negativamente o bom funcionamento de seu equipamento.
Entre os piores chipsets (senão o pior) está a famosa placa de vídeo Sis Mirage 3 (SiS671 , SiS671FX , SiS672 , SiS672FX , SiSM671 , SiSM671MX , SiSM672 , SiSM672MX), fabricada pela Silicon Integrated Systems Corp.(SIS), empresa Taiwanesa que fabrica chipsets de baixo custo e baixa qualidade. Esta placa está em boa parte dos notebooks de baixo custo.
Para quem está utlizando versões do Windows até o Windows 7 existem drivers disponíveis no site do fabricante e estes drivers garantem uma funcionalidade razoável para quem utiliza o notebook para acessar a internet, aplicativos de escritório e coisas básicas que não exijam muito dos gráficos. Já quem deseja atualizar para o Windows 8, e possui este chipset, digo por experiência própria que não é recomendável pois este chipset não funcionará, já que não há suporte para o Windows 8 e, pelos comentários que circulam na internet e pela falta de atualização do site de drivers da SIS, não haverá este suporte.

Aí você pensa: Vou partir para uma distribuição linux e tudo estará ok, certo? A resposta é não, pois o suporte para chipsets gráficos da Sis em distribuições linux é precário, praticamente não existe. Vi este driver funcionando razoavelmente na versão 2010 do Mandriva que veio instalada no meu notebook Philco, e só.
Quando troquei do Mandriva para o Ubuntu muitos problemas começaram, pois em toda versão do Ubuntu havia um problema diferente. Graças às dicas do blog do Hugo Bastos consegui apenas atingir a resolução correta do monitor. As dicas do blog são alguns ajustes que fazem com que um driver genérico (Vesa) funcione, já que não há suporte. Estes procedimentos funcionaram até a versão 12.04 (precise) e, a partir da versão 12.10 (Quantal Quetzal) não havia encontrado nenhuma solução que resolvesse nem mesmo o problema de resolução. Não havia, mas já existe uma solução para Ubuntu 14.04 e Linux Mint 17.1 - http://info.wsouza.com.br/2015/01/novidades-sobre-sis-mirage-3-no-ubuntu.html

Utlizei o Ubuntu como exemplo pois muita gente que entra no "universo linux" têm o Ubuntu como porta de entrada.

Em resumo: Quem utiliza Windows, e possui este chipset, ficará preso ao Windows 7 ou anterior. Já quem utiliza o Ubuntu (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, Edubuntu) ou derivados como o *Linux Mint, ficará preso na versão 12.04 ou anterior.

A dica para quem vai investir num notebook, ou mesmo num Pc, é fugir de chipsets da SIS, especialmente o Sis Mirage 3. Com isto você vai evitar grandes dores de cabeça num futuro próximo. Antes de comprar pergunte ao vendedor, peça o manual, descubra o modelo e entre no site do fabricante par descobrir qual é o chipset.

* No Linux Mint, com o ambiente gráfico Cinnamon, esta dica não funciona, ou seja, se utilizar a inferface gráfica Cinnamon não será possível utilizar a Sis Mirage 3 de maneira satisfatória.

Veja também: Sis Mirage 3 Graphics no Windows 8
E também: Novidades sobre a Sis Mirage 3 no Ubuntu 14.04.1,Linux Mint 17.1 Debian Wheezy