17 de junho de 2017

Lançamento do Debian Stretch


Primeiramente vamos apresentar o Debian: É um sistema operacional de código livre baseado no kernel linux e também é o nome do projeto. Foi iniciado por Ian Murdok em 1993 e conta com o apoio de uma comunidade de programadores voluntários espalhados pelo mundo que desenvolvem o sistema. O projeto é distribuido por meio da licença GPL sem custo para o usuário e é mantido também por meio de doações. O Debian é a base de distribuições mais conhecidas como o Ubuntu e Linux Mint Debian, mas estas possuem empresas envolvidas em seu desenvolvimento. Para saber mais sobre o Debian veja a página oficial do projeto e/ou https://pt.wikipedia.org/wiki/Debian.

No dia 17/06/2017 é lançado do Debian 9, conhecido como Stretch, que vem para substituir o Debian Jessie como versão estável. Seguindo a tradição do Debian, mais uma vez o nome vem de um personagem da animação Toy Story, o polvo.
Segundo a página de lançamento, o Stretch inclui mais de 15346 novos pacotes, num total de mais de 51687 pacotes, 57% dos pacotes de seu antecessor foram atualizados e 13% foram removidos e serão marcados como obsoletos.

Algumas novidades do Debian Stretch
  • Remoção da arquitetura PowerPC e acrescentado suporte para a arquitectura mips64el
  • MariaDB em substituição do MySQL
  • Mudança dos nomes de rede: Eth0 será ens0 ou enp1s1, Wlan0 será wlp3s0.
  • O sistema de instalação também sofreu algumas mudanças. O instalador gráfico passa a ser o padrão em arquiteturas suportadas, e este instalador gráfico possui suporte a mais idiomas. Porém o instalador em modo texto continua como opção.
  • Melhoria de suporte para firmware UEFI.
  • Assim como no Debian Jessie, é possível escolher o ambiente de trabalho durante a instalação ou escolher vários ao mesmo tempo. Saiba que cada ambiente de trabalho possui um conjunto de aplicativos, muitas vezes diferentes porém com a mesma função, portanto, escolhendo vários ambientes de trabalho ao mesmo tempo, você terá vários aplicativos repetidos ocupando espaço e em alguns casos memória ram.

Para quem utiliza o Debian Jessie já é possível atualizar para o Stretch. Para isto, devemos ter alguns cuidados seguindo os passos a seguir: https://www.debian.org/releases/testing/amd64/release-notes/ch-upgrading.pt.html.
Já estão disponíveis as ISOS de instalação para quem deseja fazer uma instalação do zero. Para baixar acesse https://www.debian.org/CD/live/ e escolha sua arquitetura, 32 (i386) ou 64 Bits (amd64).
Em breve mostraremos como fazer uma instalação completa do sistema.
Continue lendo... ››

31 de maio de 2017

Novo Navegador Opera - Acesso à WhatsApp, Facebook Messenger e Telegram sem sair do navegador

Há pouco tempo foi lançada a nova versão do navegador Opera, a 45. O Opera é um navegador de código aberto, lançado em 1995 e, desde algumas versões atrás, é baseado no Chromium (assim como o Google Chrome) e possui versões para Linux, Windows, Mac, Android e iOS.
Esta versão traz algumas novidades que tornam o navegador mais interessante ainda.
Dentre estas novidades está a integração com alguns dos clientes de bate papo mais populares do momento, como WhatsApp, Facebook Messenger e Telegram. O mais interessante de tudo é que não é necessário instalar nenhum tipo de plugin adicional, basta instalar o Opera, ativar e sair utilizando.

O acesso aos botões dos navegadores fica na barra de ferramentas à esquerda. Veja abaixo como fica a janela após ativadas as opções:






Continue lendo... ››

15 de março de 2017

Golpes nas compras online

Quando queremos comprar algum produto pelo internet devemos ficar muito atentos, pois estamos sujeitos à diversos tipos de golpe. Na última semana tenho percebido que no facebook há uma grande quantidade de postagens com ofertas inacreditáveis de aparelhos eletrônicos, aparentemente de grandes redes de lojas como Walmart, Ponto Frio e Americanas, entre outras.
Nem precisa de muito para perceber que trata-se de golpe.
Nas imagens da esquerda vemos as publicações do facebook com as ofertas inacreditáveis. Mas basta abrir a publicação da oferta e vemos que os links levam à sites falsos, com uma aparência similar ao original (prestem atenção aos links circulados em vermelho, nas imagens à direita).

Para garantir que suas compras sejam sempre seguras, o ideal é certificar-se que o site é confiável. Nos exemplos acima foi muito fácil perceber devido aos endereços, que mostravam claramente que os sites eram cópias dos originais, com o intuito de roubar seus dados do cartão de crédito ou mesmo receber o pagamento e, posteriormente não entregar produto algum. Sempre busque comprar nos sites de lojas conhecidas, que normalmente são: www.nomedaloja.com.br, ou faça uma pesquisa no google e muito cuidado com publicações de ofertas nas redes sociais.
Continue lendo... ››