Mostrando postagens com marcador Sis Mirage 3 Graphics. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sis Mirage 3 Graphics. Mostrar todas as postagens

4 de janeiro de 2015

Novidades sobre a Sis Mirage 3 no Ubuntu Trusty Tahr (14.04) , Linux Mint Rebecca (17.1), Debian Wheezy (7) e Jessie (8)


Atualizado em 21/02/2016


Já escrevi algumas vezes aqui no blog sobre esta placa de vídeo Sis Mirage 3 e num dos posts cheguei a dizer que quem utiliza Ubuntu e a Sis Mirage 3 ficaria preso à versão 12.04 ou anterior. O tempo passou e, pesquisando na net, testando, consegui encontrar uma maneira de pelo menos atingir a resolução 1280 x 800 em alguns notebooks que possuem esta resolução e reproduzir vídeos tranquilamente.

Sis Mirage 3 no Ubuntu 14.04 e Linux Mint 17.1 (Rebecca)
 
A solução tanto para o Mint 17.1 (Rebecca) e Ubuntu 14.04 (testei apenas em x64) é a mesma, pois o Mint deriva do Ubuntu. Lembrando que esta dica não funciona no Linux Mint 17.1 Debian Edition. Esta solução eu encontrei no Viva o Linux e baseia-se na utilização do driver Sisimedia do Mandriva e tomei a liberdade de fazer pequenas adaptações para facilitar a instalação do driver.

Criei um script que faz todo o procedimento necessário para a instalação do driver e pode ser baixado aqui.
Para instalar via script rode os comandos no terminal e reinicie o computador.

sudo mv sisi_trusty.sh?dl=0 sisi_trusty.sh
sudo bash sisi_trusty.sh


Mas quem quiser fazer manualmente pode seguir os passos abaixo.

Download dos arquivos necessários.

1 - Driver Sisimedia:

sisimedia_drv.la
sisimedia_drv.so

2 - Sis Control e o atalho para desktop, responsável por configurar as configurações da placa.

sisctrl
SisControl

3- Xorg.conf

xorg.conf

Instalação.

1 - Copie e cole os comandos abaixo no terminal:

sudo su
mv sisctrl /usr/bin/sisctrl
mv sisimedia_drv.la /usr/lib/xorg/modules/drivers/sisimedia_drv.la
mv sisimedia_drv.so /usr/lib/xorg/modules/drivers/sisimedia_drv.so
mv xorg.conf /etc/X11/xorg.conf


2 - Copie o atalho SisCTRL.desktop para o local que desejar, é ele que acessa algumas configurações avançadas do driver.

Finalizado, reinicie o computador e a Sis Mirage 3 estará com a resolução correta.

Obs: Nos casos que esta solução não funcionar no Ubuntu 14.04 tente a solução para o Debian Jessie, postada mais abaixo.

Sis Mirage 3 no Linux Mint 13 (Maya)

No 1º post que fiz sobre Sis Mirage 3 aqui no blog afirmei que a dica do blog do Hugo Bastos, que funcionava até o Ubuntu 12.04 era também aplicável à versão do Linux Mint equivalente àquela versão do Ubuntu. A versão do Linux Mint era a 13, chamada Maya. Depois de um tempo vi que não era possível utilizar a mesma dica e depois de mais um tempo consegui fazer funcionar no Mint Maya, então adaptei um script que uso faz algum tempo para facilitar a instalação.
Baixe o script para o Linux Mint Maya

Baixar o script Sis Mirage 3 no Linux Mint 13 (Maya)

Para instalar, copie e cole os comandos abaixo no terminal:

sudo mv sis_maya.sh?dl=0 sis_maya.sh
sudo bash sis_maya.sh


Aguarde o fim, reinicie o computador, e você já terá a resolução correta do monitor.

Sis Mirage 3 no Debian Wheezy (7)

E vamos continuando com as buscas de soluções para, pelo menos, atingir a resolução correta do monitor em notebooks com a Sis Mirage 3.
Desta vez consegui encontrar uma solução que funcionasse na versão estável do Debian, que nesta data, é o Debian 7, de codinome Wheezy. Após instalado o Wheezy atualizei-o para a versão 8 (Jessie) e o monitor continuou com a resolução correta, porém, quando instalei o Debian Jessie do zero, esta solução não funcionou. Para instalar a solução no Debian Wheezy, abra o terminal e siga os seguintes passos:

1 - Instale alguns pacotes necessários para compilar o driver

sudo apt-get update

sudo apt-get install git xorg-dev mesa-common-dev libdrm-dev libtool build-essential xutils-dev automake autoconf autotools-dev libdmx-dev p7zip-full p7zip

2 - Baixe o fonte do driver a ser compilado

Baixar xf86-video-sis671-sis-671-fix.tar.gz

3 - Descompacte o arquivo baixado anteriormente

tar -vzxf xf86-video-sis671-sis-671-fix.tar.gz

4 - Agora vamos compilar o driver, faça cada um dos comandos abaixo e aguarde

sudo su cd xf86-video-sis671-sis-671-fix
autoreconf -vi
./configure --prefix=/usr --disable-static
make
make install

 
5 - Baixe o Xorg.conf


Xorg.conf

6 - Instale o Xorg.conf

mv xorg.conf /etc/X11/xorg.conf


Reinicie o computador, e você já terá a resolução correta do monitor.


Atualização em 21/02/2016, com algumas dicas fornecidas por Matheus Azevedo

Sis Mirage 3 no Debian 8 (Jessie) - (Funciona também no Ubuntu 14.04.2)

A última versão estável do Debian é a 8.0, chamada Jessie. Após algumas tentativas, consegui obter êxito quanto ao funcionamento desta placa nesta versão. Este procedimento funciona no Ubuntu 14.04, para os casos que a solução acima não funcionou. O procedimento para instalação é praticamente o mesmo dos anteriores, abra o terminal e siga os seguintes passos:

1 - Instale alguns pacotes necessários para compilar o driver

sudo apt-get install git xorg-dev mesa-common-dev libdrm-dev libtool build-essential xutils-dev automake autoconf autotools-dev libdmx-dev p7zip-full p7zip mesa-utils mesa-utils-extra libgl1-mesa-dri-dbg libgl1-mesa-dri libgl1-mesa-swx11 libgl1-mesa-swx11-dbg libgl1-mesa-swx11-dev libglw1-mesa libglu1-mesa libglu1-mesa-dev libx11-dev

2 - Baixe o fonte do driver a ser compilado

Baixar sis-mirage3.tar.gz

3 - Descompacte o arquivo baixado anteriormente

tar -vzxf sis-mirage3.tar.gz

4 - Agora vamos compilar o driver, faça cada um dos comandos abaixo e aguarde

sudo su
cd sis-mirage3
autoreconf -vi
./configure --prefix=/usr --disable-static
make
make install


5 - Baixe o Xorg.conf (Fornecido por Matheus Azevedo, nos comentários abaixo)

Xorg.conf

6 - Instale o Xorg.conf

mv xorg.conf /etc/X11/xorg.conf


Reinicie o computador.

E fica a dica, teste e comente aqui no blog se estas soluções funcionaram, assim podemos debater e ajudar outros usuários que passam pelos mesmos problemas.

Obs¹: Não é possível ativar efeitos 3D, pois esta placa não é 3D, logo, Unity, Gnome 3 e Cinnamon não funcionam corretamente.
Obs²: Para uma melhor experiência utilize o Xfce, Mate, LXDE ou Gnome-Shell Fallback.

29 de dezembro de 2013

Sis Mirage 3 Graphics no Windows 8

sis mirage 3 windows 8

Em abril publiquei um post sobre o funcionamento da placa de vídeo Sis Mirage 3 nos sistemas Windows e Linux, e, naquela ocasião era impossível fazer esta placa funcionar no Windows 8 pois não havia suporte e nem driver disponível para este sistema. Passado algum tempo ainda não foi lançado nenhum driver novo e também não há suporte para Windows 8, mas com algumas atualizações do próprio Windows tornou-se possível a utilização desta placa neste sistema operacional.
Instalei o Windows 8.1 num notebook Philco PHN 14124B, que possui a Sis Mirage 3 (Sis 672 FX), com a versão 5.29 do driver baixado do site da Sis (baixe-o aqui) e utilizei durante 1 mês. Após instaladas todas as atualizações do Windows é realmente possível utilizar aplicações do Metro e utilizar a resolução correta para o monitor, mas ainda acontecem algumas coisas estranhas como travamentos (mas não sei precisar se é somente por causa da placa de vídeo). Estes travamentos acontecem com uma frequência razoável, mas após travar é só aguardar um tempinho que tudo volta ao normal. Outro problema que percebi foi quando é acionado o protetor de tela, ou mesmo quando o monitor é desligado pelo gerenciamento de energia, nestes dois casos ocorre um erro de kernel da placa de vídeo que atrapalha um pouco a volta à tela de trabalho do Windows.
A conclusão é que, pelo menos neste notebook da Philco, esta placa ainda não funciona muito bem com Windows 8. Realmente está muito melhor do que antes já que a tela não fica piscando o tempo todo e permite a utilização de aplicativos Metro. Pode ser que com novas atualizações do Windows esta experiência melhore, mas ainda prefiro utilizar com o Windows 7, onde a experiência com esta placa é bem melhor.

2 de abril de 2013

Sis Mirage 3 Graphics


sis mirage 3
Atualizado em 08/01/2015

Quem pretende adquirir um notebook destes que estão na faixa dos R$ 1000,00 e que, muitas vezes possuem um bom (ou razoável) poder de processamento e de memória, deve prestar bastante atenção em qual o chipset de vídeo que este notebook possui, pois você provavelmente estará adquirindo um chipset de vídeo de péssima qualidade que influenciará negativamente o bom funcionamento de seu equipamento.
Entre os piores chipsets (senão o pior) está a famosa placa de vídeo Sis Mirage 3 (SiS671 , SiS671FX , SiS672 , SiS672FX , SiSM671 , SiSM671MX , SiSM672 , SiSM672MX), fabricada pela Silicon Integrated Systems Corp.(SIS), empresa Taiwanesa que fabrica chipsets de baixo custo e baixa qualidade. Esta placa está em boa parte dos notebooks de baixo custo.
Para quem está utlizando versões do Windows até o Windows 7 existem drivers disponíveis no site do fabricante e estes drivers garantem uma funcionalidade razoável para quem utiliza o notebook para acessar a internet, aplicativos de escritório e coisas básicas que não exijam muito dos gráficos. Já quem deseja atualizar para o Windows 8, e possui este chipset, digo por experiência própria que não é recomendável pois este chipset não funcionará, já que não há suporte para o Windows 8 e, pelos comentários que circulam na internet e pela falta de atualização do site de drivers da SIS, não haverá este suporte.

Aí você pensa: Vou partir para uma distribuição linux e tudo estará ok, certo? A resposta é não, pois o suporte para chipsets gráficos da Sis em distribuições linux é precário, praticamente não existe. Vi este driver funcionando razoavelmente na versão 2010 do Mandriva que veio instalada no meu notebook Philco, e só.
Quando troquei do Mandriva para o Ubuntu muitos problemas começaram, pois em toda versão do Ubuntu havia um problema diferente. Graças às dicas do blog do Hugo Bastos consegui apenas atingir a resolução correta do monitor. As dicas do blog são alguns ajustes que fazem com que um driver genérico (Vesa) funcione, já que não há suporte. Estes procedimentos funcionaram até a versão 12.04 (precise) e, a partir da versão 12.10 (Quantal Quetzal) não havia encontrado nenhuma solução que resolvesse nem mesmo o problema de resolução. Não havia, mas já existe uma solução para Ubuntu 14.04 e Linux Mint 17.1 - http://info.wsouza.com.br/2015/01/novidades-sobre-sis-mirage-3-no-ubuntu.html

Utlizei o Ubuntu como exemplo pois muita gente que entra no "universo linux" têm o Ubuntu como porta de entrada.

Em resumo: Quem utiliza Windows, e possui este chipset, ficará preso ao Windows 7 ou anterior. Já quem utiliza o Ubuntu (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, Edubuntu) ou derivados como o *Linux Mint, ficará preso na versão 12.04 ou anterior.

A dica para quem vai investir num notebook, ou mesmo num Pc, é fugir de chipsets da SIS, especialmente o Sis Mirage 3. Com isto você vai evitar grandes dores de cabeça num futuro próximo. Antes de comprar pergunte ao vendedor, peça o manual, descubra o modelo e entre no site do fabricante par descobrir qual é o chipset.

* No Linux Mint, com o ambiente gráfico Cinnamon, esta dica não funciona, ou seja, se utilizar a inferface gráfica Cinnamon não será possível utilizar a Sis Mirage 3 de maneira satisfatória.

Veja também: Sis Mirage 3 Graphics no Windows 8
E também: Novidades sobre a Sis Mirage 3 no Ubuntu 14.04.1,Linux Mint 17.1 Debian Wheezy