Como conseguir a versão mais recente do Ubuntu em 32 bits

Postado por , em Nenhum comentário:
Como conseguir a versão mais recente do Ubuntu em 32 bits - Dicas Linux e Windows
As versões mais recentes do Ubuntu, 18.04 (LTS) e 18.10 não possuem imagens ISO 32 bits, que são para computadores mais antigos. Mas, como fazer para "rodar" as últimas versões do Ubuntu em 32 bits?
Confira na dica a seguir.

Atualizado em 24/04/2020: Considerando o tempo de escrita desta matéria, e considerando que foram lançadas duas versões intermediárias e uma LTS neste período, há grande possibilidade desta dica não funcionar mais.



Entendendo o problema


A partir da versão 18.04, a Canonical, desenvolvedora do Ubuntu, deixou de fornecer imagens de seus lançamentos em 32 bits. Isto dificultou a vida de quem possui computadores mais antigos e desejam testar o sistema, ou mesmo para quem utiliza em máquinas virtuais, que por algum motivo não aceitam versões 64 bits.

Como resolvê-lo?


A dica para resolver este problema é simples, porém, um pouco trabalhosa devido ao tempo e quantidade de downloads.
Baixe a versão LTS 16.04, que foi a última a ser lançada em ISO de 32 bits, e instale. Após a instalação, o próprio sistema alertará a opção de atualizar para a próxima versão LTS, que é a 18.04. Faça a atualização. Simples assim e você já possuirá a versão LTS mais recente em seu computador de 32 bits.
Se deseja a versão mais recente não LTS, que é a 18.10, faça da seguinte forma:
Após a atualização para a 18.04, faça uma nova atualização do sistema. (lembre-se de trocar os repositórios em /etc/apt/sources.list).

Considerações finais


1 - Para baixar o Ubuntu 16.04, entre em http://releases.ubuntu.com/16.04/ e escolha a opção 32-bit PC (i386) desktop image.
2 - Não entrei no mérito dos requisitos de hardware para suportar as versões mais recentes do Ubuntu. Mas quem pretende utilizá-las deve saber que o desempenho poderá não ser satisfatório em computadores com até 2Gb de RAM (que é o caso de boa parte dos que necessitam utilizar um sistema 32 bits).
3 - Para a dica acima, considerei que você possui conhecimento em instalação e atualização de sistemas linux.
4 - Se deseja ter estas versões (18.04 e 18.10) em 32 bits para alguma futura utilização, sem que seja preciso esta trabalheira toda, é possível fazer um backup do sistema utilizando o Remaster-GTK. (Veja aqui como fazer). 5 - Não se sabe exatamente até quando haverá suporte para as versões 32 bits, pois o Ubuntu mate, por exemplo, não suportará mais esta arquitetura. Acredito que o 18.04, por ser LTS, vai manter o suporte durante todo seu ciclo.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário