Após novo vazamento de dados, Google antecipa o fim do Google+

Google antecipa o fim do Google+ após um novo vazamento de dados. Quem curte a já considerada finada rede social, terá que se despedir dela antes do que estava previsto inicialmente.
Leia mais detalhes a seguir.


Após novo vazamento de dados, Google antecipa o fim do Google+

Em outubro foi anunciado o fim do Google+, junto com alguns outros serviços da Google. A princípio, o fim da rede social seria em agosto de 2019, porém, após um novo ataque - que resultou em um novo vazamento de dados - a exclusão da rede social foi antecipada para agosto de 2019.
Este novo ataque afetou mais de 50 milhões de contas (inclusive algumas contas corporativas), e ocorreu devido à uma falha numa API, que permitia que os aplicativos que a utilizassem obter o acesso às informações do perfil do usuário, mesmo quando estas informações estivesses definidas como não públicas. Além disso, os dados não públicos compartilhados com outros usuários ficavam expostos. Segundo o comunicado divulgado não há evidências de que quem obteve acesso à estas informações tenha utilizado as mesmas de maneira inadequada.
Ainda, segundo o comunicado, todas as APIS do Google+ serão encerradas nos próximos 90 dias. "Queremos oferecer aos usuários uma ampla oportunidade de fazer a transição do Google+ do consumidor e, nos próximos meses, continuaremos a fornecer informações adicionais aos usuários, incluindo maneiras de baixar e migrar seus dados com segurança." O investimento em correção de bugs e desenvolvimento continuará normalmente para empresas, sendo encerrado apenas o Google+ para clientes não corporativos.
Se você já cansou do Google+ e deseja cancelar sua conta, veja como fazer no link abaixo:
https://support.google.com/plus/answer/6320423?hl=pt-BR
Fonte: Google

Atualizado em 02/02/2019

Google revela mais detalhes de como será a desativação do G+. Confira aqui.
-


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

Pesquise no blog

Curta no Facebook

Siga no Twitter